.
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  
Bem-vindos

Bem-vindos ao Brazil Vacations, com o seu novo tema 'Flower It'. Todo o conteúdo presente no fórum é da autoria do mesmo, peço-vos que se retirarem algo, que deiam os devidos créditos.

O fórum tem por objetivo a diversão entre pessoas através da escrita e da imaginação. Não temos nem pretendemos quaisquer lucros.
Últimos assuntos
» Hospital {Urgências}.
Seg Nov 10, 2014 12:21 am por Jayden Grant

» Quarto da Ivy
Dom Nov 09, 2014 11:53 pm por Ivy Wales

» Quarto do Jayden
Dom Out 12, 2014 11:12 pm por Jayden Grant

» Iraque
Sab Ago 30, 2014 1:16 am por Daniel Grant

» Sala de Estar
Sex Jun 20, 2014 1:08 am por Jayden Grant

» Restaurante "Le meilleur repas"
Sab Mar 29, 2014 5:14 pm por Ivy Wales

» Empresa Grant
Qui Dez 19, 2013 9:14 pm por Ivy Wales

» Café StarBucks
Seg Dez 16, 2013 4:19 pm por Ivy Wales

» Iraque
Seg Out 07, 2013 9:27 pm por Daniel Grant

Parceiros

O teu fórum está um pouco parado e estás à procura de parcerias? Manda uma MP para a conta Admin, com o teu button e o devido código, e espera a confirmação!




Midnight Killing RPG






San Francisco College RPG

Button do fórum

Adiciona o nosso button ao teu fórum!



Código:
<div align="center"><a href="http://brazilvacationsrpg.forumeiros.com/" target="_blank"><img src="http://i49.tinypic.com/o7mvro.jpg" alt="Clica!" width="113" height="50" /></a><br /><br /><div id="FM_widget_partners"></div></div>


Compartilhe | 
 

 Iraque

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6 ... 22 ... 40  Seguinte
AutorMensagem
Bradley Wales

avatar

Mensagens : 575
Data de inscrição : 03/06/2013

MensagemAssunto: Re: Iraque    Ter Jun 18, 2013 7:56 pm

Era por isto que eu o queria no meu grupo. Eu já tinha percebido, ele não conseguia matar, por isso, só pedia que ele sobrevivesse, as mortes podiam fica por minha conta. Mais quatro ou cinco não faziam mal, a minha lista já era bastante grande, por isso, já não fazia diferença. 
- Vamos dividir-nos, vinte para direita e os outros vinte vêm comigo.- gritei, agarrando no braço de Daniel.- tu és um deles.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Daniel Grant

avatar

Mensagens : 573
Data de inscrição : 03/06/2013

MensagemAssunto: Re: Iraque    Ter Jun 18, 2013 9:43 pm

Quando consegui prestar atenção já Brad estava a falar e não percebi nada. - O quê? - perguntei sentindo o meu corpo ser puxado por ele, fazendo-me olha-lo sem saber o que fazer. - O que é que para fazer? - estava a falar baixinho para os outros não ouvirem. -Para onde vamos agora? - engoli em seco. Eu queria ir embora.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bradley Wales

avatar

Mensagens : 575
Data de inscrição : 03/06/2013

MensagemAssunto: Re: Iraque    Ter Jun 18, 2013 9:51 pm

A sorte de estar ali há mais tempo era que as pessoas ganhavam respeito e numa situação de perigo, elas seguiam as tuas ordens. Era uma grande responsabilidade, mas eu queria-a e sabia que merecia. Olhei para Daniel depois de a outra metade se ter afastado e suspirei. Ele podia ser bom soldado, eu acreditava nisso, mas estava demasiado assustado.
- É para matar.- falei para que só ele ouvisse.- mas não te vou pedir que o faças, limita-te a seguir-me e ficas bem.- garanti, fazendo sinal a todos para avançarmos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Daniel Grant

avatar

Mensagens : 573
Data de inscrição : 03/06/2013

MensagemAssunto: Re: Iraque    Ter Jun 18, 2013 11:32 pm

Senti o meu coração disparar, mais do que já estava, quando ele falou em matar, mas rapidamente me senti acalmar. Ele estava mesmo a proteger-me? Ia usar isso contra mim, quase que apostava. Ia gozar comigo mal chegássemos. Era o melhor das hipóteses. Mesmo assim, assenti. Eu só queria viver.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bradley Wales

avatar

Mensagens : 575
Data de inscrição : 03/06/2013

MensagemAssunto: Re: Iraque    Qua Jun 19, 2013 12:10 am

Voltei a concentrar-me no que nos rodeava depois de sentir Daniel seguir-me e apontei a minha arma em todas as direcções, acompanhando esses movimentos com o meu olhar. 
- Aqui não há nada! - ouvi gritarem do outro lado mas mesmo assim,  prossegui, ainda havia muito por onde vasculhar. Parei assim que vi uma sombra e semicerrei os olhos, tentando perceber se era um dos nosso ou mais um inimigo. Estava escuros, demasiado escuro, o que dificultava em tudo a tarefa.
- Merda.- resmunguei baixinho. Apontei a arma na direcção onde me parecia vê-la e continuei a tentar perceber o que era.
- Se és um dos nossos grita.- gritei, na esperança de que fosse, mas de um momento para o outro já só se ouviu o som de um tiro. A minha primeira reacção foi olhar para trás, para me certificar de que não tinha acertado nem em Daniel nem em nenhum dos outros, mas assim que o fiz e vi os seus olhares arregalados postos em mim, eu percebi o que é que se estava a passar. Tinha acertado em mim.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Daniel Grant

avatar

Mensagens : 573
Data de inscrição : 03/06/2013

MensagemAssunto: Re: Iraque    Qua Jun 19, 2013 2:06 pm

Semicerrei os olhos para tentar reconhecer a pessoa que estava à nossa frente e abanei a cabeça - Ele não é.. - encolhi-me quando ouvi tiros e senti um passar mesmo à frente dos meus olhos, foi tão perto que pensei que me tivesse acertado, mas não aconteceu nada. Eu estava bem. Os outros, começaram a disparar, para tentar fazer com que ele parasse, claro os outros, porque eu não. Olhei para Brad, que me olhava e os meus olhos rapidamente passaram pelo seu corpo arregalando-se aos poucos. - Nem penses em reclamar - disse-lhe quando o puxei pelo braço para que se afastasse dos outros que estavam a tentar o outro. Alguns que estavam a olhar para nós aproximaram-se mas eu abanei a cabeça apontando para os outros - vão, eu trato disto. - podia ser que fizesse alguma coisa de jeito.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bradley Wales

avatar

Mensagens : 575
Data de inscrição : 03/06/2013

MensagemAssunto: Re: Iraque    Qua Jun 19, 2013 2:12 pm

Eu sabia que era a adrenalina, porque apesar de eu ver a bala na minha barriga, eu não sentia nada. Estava demasiado alerta para sequer me preocupar com a minha própria dor. Mas não ia durar muito tempo, eu sabia. Começaram a disparar na direcção do outro, e quando eu me estava a preparar para fazer o mesmo, senti alguém puxar-me. Virei a cara de repente, só me apercebendo depois que era Daniel e abanei a cabeça. Já estava a começar a sentir as dores, merda. 
- Eu tenho de ir com eles, podem estar mais ali.- tentei apontar na direcção contrária a que nos encontravam mas rapidamente tive de me agarrar à minha barriga, tentando fazer pressão.- deixa-me ir, eles precisam de mim.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Daniel Grant

avatar

Mensagens : 573
Data de inscrição : 03/06/2013

MensagemAssunto: Re: Iraque    Qua Jun 19, 2013 2:20 pm

Revirei os olhos, ele não fazia nada do que lhe mandavam pois não? - Eu disse para não resmungares, não vais ajuda-los, só vais atrapalhar - fiz com que ele andasse apenas um bocadinho para uma zona que era mais escondida fazendo-o sentar-se. Estava a agarra-lo pelo colarinho visto que ele tinha mais força que eu e só aí é que eu o conseguia puxar. Engoli em seco sentando-me ao lado dele e abri-lhe a farda e a camisola que ele tinha por baixo vendo a zona da bala. - Precisas de ajuda - murmurei agarrando no meu halki talkie.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bradley Wales

avatar

Mensagens : 575
Data de inscrição : 03/06/2013

MensagemAssunto: Re: Iraque    Qua Jun 19, 2013 2:27 pm

A sorte dele é que eu estava a começar a suar por todos os lados. Tentei concentrar-me para conseguir ir para onde quer que ele me estivesse a puxar e assim que me sentei, não consegui evitar um gemido. Mas se estavam a pensar que eu ia gemer que nem uma menina, estava enganados. Eu não tinha só tamanho, eu também era forte. Dentro dos possíveis. 
- Aproveita enquanto podes ser tu a mandar.- resmunguei, encolhendo-me ligeiramente e continuei a pressionar a zona onde tinha a bala, tentando estancar o sangue. Não reclamei quando ele me desapertou a farda e depois, encostei a cabeça à parede fria, na tentativa de aliviar qualquer coisa. Ouvi-o falar mais qualquer coisa e assim que o olhei, vi-o agarrar no seu  halki talkie. Abanei a cabeça, esticando a minha mão ensanguentada até ele e agarrei naquilo.- não podes.- murmurei a custo.- eles não podem entrar aqui.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Daniel Grant

avatar

Mensagens : 573
Data de inscrição : 03/06/2013

MensagemAssunto: Re: Iraque    Qua Jun 19, 2013 2:35 pm

-Não me chateies e pressiona isso - resmunguei quando disse para aproveitar, eu não queria mandar, não era o meu forte, mas estava a tentar manter-me forte para aguentar a situação. Não o ia deixar morrer, não ia deixar ninguém morrer. Olhei para o meu halki talkie na sua mão e rapidamente - olha vê só - disse pressionando o botão para que me ouvissem - precisamos de assistência, há um homem ferido - olhei para Brad e para a ferida e rapidamente ouvi a sargentinha dele.
-Não podemos oferecer assistência aí dentro.
-Eu não consigo levar uma coisa mais alta que eu dois metros - disse tentando não demonstrar a ironia.
-Peço desculpa, não podemos arriscar. - semicerrei os olhos. Eu sabia que se estavam a lixar, eu sabia.
-Então parece que o seu Bradzinho vai morrer - fiz um sorriso todo cinico colocando o meu halki talkie no sítio. - A ajuda já vem, ai de ti se adormeces - disse-me tentando manter a calma. Já estava a começar a passar-me outra vez. Tentei passar numa maneira de parar o sangue, mas acabei mesmo por rasgar a minha camisola fazendo uma bolinha e pressionando contra a ferida.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bradley Wales

avatar

Mensagens : 575
Data de inscrição : 03/06/2013

MensagemAssunto: Re: Iraque    Qua Jun 19, 2013 4:28 pm

Revirei os olhos pela forma como me falou e mal senti o halki talkie fugir-me das mãos, olhei-o, furioso. O pior de tudo é que à medida que eu me irritava, mais aquilo me doía. Mas tudo bem, eu já sabia que eles não iam chamar ajuda, eles nunca iam querer correr o risco de perder mais alguém. Basicamente, se te ferias, ou alguém te conseguia levar dali para fora ou morrias, tão simples quanto isso. Continuei a pressionar a minha ferida enquanto me tentava concentrar noutra coisa que não as minhas dores e foi aí que o ouvi falar. E não foi preciso muito para perceber que era para Karen. Arregalei os olhos assim que o ouvi dizer: ''o seu Bradzinho'' e virei a cara de forma brusca para ele.
- Tu estás doido? - gritei.- ela não está sozinha ali, eles vão ouvir.- abanei a cabeça, cerrando o maxilar quando uma dor mais aguda se fez sentir por causa do bocado de pano que ele pos em contacto com a ferida.- se eles descobrirem por tua causa, eu juro que te mato.- murmurei. Estava a começar a sentir-me maldisposto, muito maldisposto. Já não sabia se era só das dores ou da raiva que sentia, eu não podia ser descoberto.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Daniel Grant

avatar

Mensagens : 573
Data de inscrição : 03/06/2013

MensagemAssunto: Re: Iraque    Qua Jun 19, 2013 7:02 pm

Levantei o olhar para ele, eu sabia que ele se ia passar comigo. - Querias morrer? - perguntei - peço desculpa, mas não vou deixar que isso aconteça - pressionei mais a ferida, sabendo que o estava a magoar, mas era a única maneira de ele não perder muito sangue. Senti o meu corpo começar a ficar mais frágil e suspirei, precisava da minha mala, mas ia esperar até a ajuda chegar.  -Fere-me - disse - quando chegarem não me vão deixar ir contigo e eu não consigo sobreviver aqui. - estava a ser o mais honesto possível com ele e, se por acaso ele me gozasse bem podia esquecer que eu o ajudasse outra vez.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bradley Wales

avatar

Mensagens : 575
Data de inscrição : 03/06/2013

MensagemAssunto: Re: Iraque    Qua Jun 19, 2013 7:17 pm

- Merda! - resmunguei alto assim que senti ainda mais pressão sobre a minha ferida e quando olhei para ela, vi que era Daniel que a estava a fazer. Sustive a respiração, batendo com a cabeça na parede e fechei os olhos. Não ia reclamar, eu sabia que era a única maneira de estancar o sangue. Abri os olhos a custo assim que me lembrei que era melhor não os fechar e desviei-os na sua direcção, percorrendo o seu corpo com os mesmos. Pelo menos o físico estava treinado, dava para reparar pelos..wtf Bradley? Era das dores, sim, já estava a delirar. Obriguei-me a voltar a subir os olhos para os seus e arregalei-os ligeiramente. Ele estava assim tão preocupado comigo? Eu gozava com ele e ele preocupava-se? Uau. Suspirei com as coisas que ele disse e pela primeira vez, senti-me arrependido do que tinha dito. Ele estava mesmo preocupado, e eu só fazia mais e mais porcaria.- desculpa.- pedi baixinho, cerrando o maxilar.- eu não te vou fazer nada, mal consigo manter os olhos abertos.- tentei encolher os ombros, mas sinceramente, eu já nem falar quase conseguia.- fica comigo, está bem? Eu não te vou fazer nada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Daniel Grant

avatar

Mensagens : 573
Data de inscrição : 03/06/2013

MensagemAssunto: Re: Iraque    Qua Jun 19, 2013 8:05 pm

Estremeci com o seu grito, mordendo o lábio com força. Eu precisava mesmo de arranjar alguma coisa para ir com ele, para além de querer... ok, continuando, eu não ia sobreviver aqui, ainda por cima não estava mais ninguém por ali que e eu ia perder-me. Não queria morrer. Levantei o olhar para os seus olhos quando me pediu desculpa e abanei a cabeça. - Mas eu preciso que faças - disse - ou não vou conseguir ir contigo -  engoli em seco. Abanei-o ligeiramente - não adormeças. - abanei a cabeça e agarrei numa faca que tinha escondida ao pé do meu tornozelo cortando-me na perna. Nada de grave porque nas minhas condições era fácil conseguir acesso a amputações e não me apetecia nada perder uma perna. Agora sim, ia poder ir com ele. - Brad - murmurei - não adormeças.  - tentei abana-lo devagarinho. Sabia que por estarmos aqui dentro era mais complicado a ajuda chegar. Mas ia conseguir.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bradley Wales

avatar

Mensagens : 575
Data de inscrição : 03/06/2013

MensagemAssunto: Re: Iraque    Qua Jun 19, 2013 8:20 pm

Eu não conseguia mais, aquilo estava a doer-me, as dores eram horríveis e eu era tudo menos de ferro. Continuei a olhá-lo, apesar de já não conseguir ouvir metade das coisas que ele me dizia e quando os meus olhos voltaram a percorrer todo o seu corpo, eu vi sangue na sua perna.
- Estás...porque é que estás a sangrar? - perguntei com a voz meio arrastada.- quem é que te fez mal? - eu já não estava nada bem. Soltei um gemido assim que senti o meu corpo ser abanado e quando pararam, a minha cabeça caiu no seu ombro e depois no seu colo.- acho que vou vomitar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Daniel Grant

avatar

Mensagens : 573
Data de inscrição : 03/06/2013

MensagemAssunto: Re: Iraque    Qua Jun 19, 2013 8:46 pm

-Não é nada - disse logo assim que ele reparou - não foi nada - senti a sua cabeça cair no meu ombro e no meu colo e rapidamente a levantei até a colocar de novo no meu ombro com um suspiro - não vais morrer pois não? - perguntei, era a pergunta mais estúpido que eu tinha feito em toda a minha vida, mas estava cheiinho de medo. Engoli em seco colocando a mão livre na sua cabeça para que ele não se vomitasse para cima.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bradley Wales

avatar

Mensagens : 575
Data de inscrição : 03/06/2013

MensagemAssunto: Re: Iraque    Qua Jun 19, 2013 10:46 pm

Tinha o estômago a contorcer-se todo, estava tão agoniado e cheio de dores que se eu não morresse ali, era um milagre. Não que eu acreditasse neles, porque não acreditava, mas se eu sobrevivesse, não tinha outro nome. Abanei a cabeça assim que os meus olhos fecharam e abri apenas um, eu tinha de me manter acordado ou não ia mesmo sair dali vivo. Lembra-te, por mais dores que tenhas, por mais que te tenham ferido, esforça-te para te manteres acordado. Pensa em algo que te mantenha preso ao teu corpo. Este tinha sido um dos conselhos do meu avô, e eu estava a tentar segui-lo, estava mesmo.- ainda vais ter de me aturar.- murmurei já com a voz rouca.- não te vais livrar de mim tão facilmente, sou um osso duro de roer.- tentei brincar com a situação, apesar de não ter piada nenhuma. Assim que tentei endireitar-me, as dores pioraram e eu só tive tempo de virar a cara para não vomitar em cima de Daniel. Eu não via a hora de a ajuda chegar, isso ou ainda morríamos ali os dois.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Daniel Grant

avatar

Mensagens : 573
Data de inscrição : 03/06/2013

MensagemAssunto: Re: Iraque    Qua Jun 19, 2013 10:56 pm

-Brad - murmurei quando ele fechou os olhos, voltando a abrir um. Fechei os meus, respirando fundo e passei-lhe um lenço que tinha no bolso para lhe limpar o suor que lhe caía da testa - sim, eles vêm já - engoli em seco. O meu peito parecia um tambor e a única baqueta era o meu coração. - Lá isso és - disse com um meio sorriso quando tentou brincar. Não me afastei quando ele se virou para vomitar, apenas esperei que acabasse para o puxar, ele tinha que ficar direito. Tirei a minha água e encostei-a à boca dele. - bebe, ou vais desidratar. - olhei para os lados, estávamos com sorte até agora, ainda ninguém tinha aparecido.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bradley Wales

avatar

Mensagens : 575
Data de inscrição : 03/06/2013

MensagemAssunto: Re: Iraque    Qua Jun 19, 2013 11:05 pm

Passei as costas da mão pela boca assim que deitei tudo para fora, ou melhor, o pouco que tinha para deitar e gemi quando Daniel me puxou até eu ficar direito. Já tinha a minha roupa toda colada ao corpo, de tão suado que estava. Obriguei-me a focar a visão assim que senti algo ao pé dos meus lábios e quando percebi que era água, dei apenas um gole. Não me apetecia meter nada no estômago, estava com a ligeira impressão que ia vomitar tudo o que lá entrasse. Porque é que eles nunca mais vinham? Eu já não aguentava mais tempo. Deixei a minha cabeça cair de novo no seu ombro e agarrei-me à sua camisola, gemendo.
- Não vais embora, pois não? - murmurei.- eu sei que eu sou mau para ti, mas não vás embora.- pedi baixinho.- eu não quero morrer sozinho.- disse já num sussurro e com o queixo a tremer.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Daniel Grant

avatar

Mensagens : 573
Data de inscrição : 03/06/2013

MensagemAssunto: Re: Iraque    Qua Jun 19, 2013 11:14 pm

Quando ele se agarrou à minha camisola eu baixei o olhar para a sua mão colocando-lhe uma mão nas costas e a outra a pressionar-lhe a ferida, já nem isso resultava, ele estava a perder muito sangue. Senti os meus olhos a ficaram cheios de lágrimas, mas respirei fundo e olhei para a suposta entrada, já deviam estar a chegar. Sim. Agarrei no meu halki talkie. - Falta muito? - perguntei a Karen ouvindo-a dizer que estava quase a chegar. Suspirei de alívio, tinham mesmo mandando. Juntei as sobrancelhas quando quase me pediu para ficar, mas de outra forma - eu fico contigo - engoli em seco ficando a olhar para ele. Nunca o tinha visto assim e, ao contrário de quando estava irritado com ele, não gostava do que via. -Brad, tu vais sobreviver - disse - a ajuda vem a caminha e tu és um osso duro de roer, tu consegues. - murmurei.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bradley Wales

avatar

Mensagens : 575
Data de inscrição : 03/06/2013

MensagemAssunto: Re: Iraque    Qua Jun 19, 2013 11:22 pm

Eu não tinha a certeza, estava a ficar demasiado adormecido e dormente para isso, mas quase que jurava que Daniel tinha falado com alguém que não eu. Se calhar era com a ajuda, se calhar estava a pedir-lhes que se despachassem. Sim, devia ser isso. Apertei a sua camisola com mais força quando voltou a pressionar a minha ferida e soltei um gemido mais alto do que o normal, mais um bocado e acho que já nem as minhas dores eu sentia. Levantei o olhar para ele, conseguindo ouvi-lo dizer-me que eu ia sobreviver, e pela primeira vez dei-lhe ouvidos. Sim, eu ia sobreviver, eu tinha de sobreviver. Não me tinha despedido do meu avô, não como deve de ser, ainda precisava de dizer muitas vezes o quanto o adorava e ainda precisava de o ouvir dizer muitas vezes que se orgulhava de mim. 
- Sim.- murmurei de maxilar cerrado, enquanto respirava fundo.- eu consigo.- assenti, esforçando-me por manter os olhos abertos.- alguém tem de te irritar, não é?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Daniel Grant

avatar

Mensagens : 573
Data de inscrição : 03/06/2013

MensagemAssunto: Re: Iraque    Qua Jun 19, 2013 11:30 pm

Não saber o que fazer era um sentimento que me perseguia, mas agora sentia-me mesmo mal por não conseguir nem saber o que fazer. Mordi o lábio quando senti o meu queixo tremer. Ele irritava-me e tudo mais mas não podia morrer. Acho que sem querer, aquela regra de não ter amigos, já tinha sido quebrada. Pelo menos da minha parte. Mas ele estava a ficar tão pálido que me sentia a despedaçar por dentro a cada segundo. Por favor sargentinha, despacha-te. - - sim, acho que isso é uma coisa que eu já não consigo passar. -olhei-o durante uns segundos - Ainda vais ter muito sexo com a Karen - ri-me - não te irrites - disse logo de seguida
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bradley Wales

avatar

Mensagens : 575
Data de inscrição : 03/06/2013

MensagemAssunto: Re: Iraque    Qua Jun 19, 2013 11:37 pm

Apesar de me sentir sem força sequer para mexer um dedo que fosse, eu estava esforçar-me por manter os olhos abertos e concentrar-me no que ele dizia. Ele estava preocupado comigo, tal como eu me preocupava para o manter vivo. Afinal, acho que em vez de o afastar estava a fazer precisamente o contrário. Mas na verdade, eu também não queria que ele se afastasse.
- Eu sabia donzela, tu adoras que eu te irrite.- continuei a tentar distrair-me e acho que de todas as coisas que ele disse, só quando falou na Karen é que eu despertei realmente.- credo, se é para isso que me estás a manter vivo, deixa-me morrer.- fiz uma careta.- ela parece um bezerro com dores, não pára de gemer.- resmunguei.- prefiro ter sexo contigo do que sobreviver para ter sexo com ela.- encolhi os ombros, rindo-me baixinho. Quer dizer, se é que aquilo se podia chamar de riso.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Daniel Grant

avatar

Mensagens : 573
Data de inscrição : 03/06/2013

MensagemAssunto: Re: Iraque    Qui Jun 20, 2013 12:10 am

Revirei os olhos quando me chamou de donzela, mas nem me dei ao trabalho de reclamar, ele ia continuar a chamar-me porque sabia que me irritava. Baixei o olhar na sua direcção, queria que continuasse a falar, isso ajudava-o a ficar acordado. Fiz uma careta com o que ele disse - porquê? - perguntei e não consegui evitar ri-me com a sua resposta. Esperava não o ter feito muito alto, porque aquilo tinha tido mesmo piada. - no entanto ainda estás com ela. E ela está a salvar-te a vida. - olhei para trás, estava era a ficar atrasada. Arregalei os olhos com o que ele disse e fiquei a olha-lo sem saber por momentos o que dizer. Abri a boca para falar mas engasguei-me assim que o ia fazer. - Ela é assim tão má? - foi a única coisa que consegui dizer. Porque é que eu não conseguia dizer mais nada? Encostei a cabeça à parede gelada, sim, eu precisava de fresquinho ou ainda morria com o calor que tinha aparecido de repente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bradley Wales

avatar

Mensagens : 575
Data de inscrição : 03/06/2013

MensagemAssunto: Re: Iraque    Qui Jun 20, 2013 11:29 am

Tossiquei, gemendo quando o fiz, e passei a língua pelos meus lábios. Estava com a boca a secar, mas não conseguia beber nada, sentia-me a morrer aos poucos. Passei uma mão pela testa, tendo plena noção de que ficara com ela cheia de sangue e depois olhei-o, fazendo uma careta.
- Eu não estou com ela.- abanei a cabeça.- só fazemos sexo e mesmo assim, sabe deus onde é que ela aprendeu a fazer aquelas coisas.- resmunguei.- já te disse que ela parece uma fonte? - ri-me, mas não por muito tempo.- e não é ela que me está a salvar, és tu.- olhei-o.- tu estás aqui, estás a ajudar-me, ela só vai cumprir o dever dela, manter os soldados vivos.- encolhi os ombros. Voltei a encostar a cabeça no seu ombro e sem querer, dei por mim a passar um dedo pelo seu peito.- má? Se estou a dizer que prefiro ter sexo contigo, basta pensares um bocadinho.- eu tinha a noção de que estava a falar pelos cotovelos, mas ao menos não fechava os olhos. Estava a conseguir manter-me acordado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Iraque    

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Iraque
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 5 de 40Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6 ... 22 ... 40  Seguinte
 Tópicos similares
-
» A VOLTA DO SENHOR ESTÁ PRÓXIMA! PREPARA-TE!

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Brazil Vacations :: Mundo :: Países-
Ir para: